O Conto dos Três Irmãos (Os Contos de Beedle, o Bardo)

"Mas a morte foi astuta. Fingiu cumprimentar os três irmãos por sua magia, e disse que cada um ganharia um prêmio por ter sido inteligente o bastante para lhe escapar".

Olá pessoal! Hoje vou contar uma história para vocês. Para aqueles que não conhece, Os Contos de Beedle, o Bardo é um livro de histórias infantis escrito pela autora J. K. Rowling. Ele é o mesmo livro de contos mencionado em Harry Potter e as Relíquias da Morte, o último livro da série Harry Potter. O livro foi originalmente produzido em uma edição limitada de apenas sete exemplares, cada um escrito à mão e ilustrado por J. K. Rowling. Um deles foi oferecido para leilão no final de 2007 e era esperado vender por £50.000 ($103,000, €80.000), em última análise, foi comprado por £1.950.000 ($3,98 milhões, €2.280.000) pela Amazon.com, tornando-se o preço de venda mais alto alcançado em leilão por um manuscrito literário moderno. O dinheiro ganho no leilão de o livro foi doado ao Children's High Level Group (campanha de caridade). O livro foi publicado para o público em geral no dia 4 de dezembro de 2008, com os rendimentos que vão para o Children's High Level Group (informações retiradas do Wikipédia).

O Conto dos Três Irmãos

Era uma vez três irmãos que estavam viajando por uma estrada deserta e tortuosa ao anoitecer.
Depois de algum tempo, os irmãos chegaram a um rio fundo demais para vadear e perigoso demais para atravessar a nado. Os irmãos, porém, eram versados em magia, então simplesmente agitaram as mãos e fizeram aparecer uma ponte sobre as águas traiçoeiras. 

Já estavam na metade da travessia quando viram o caminho bloqueado por um vulto encapuzado.
Era a morte. Estava zangada por terem lhe roubado três vítimas, porque o normal era os viajantes se afogarem no rio. 
Mas a morte foi astuta. Fingiu cumprimentar os três irmãos por sua magia, e disse que cada um ganharia um prêmio por ter sido inteligente o bastante para lhe escapar.
Então, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu a varinha mais poderosa que existisse: uma varinha que sempre vencesse os duelos para seu dono, uma varinha digna de um bruxo que derrotara a Morte! Ela atravessou a ponte e se dirigiu a um sabugueiro na margem do rio, fabricou uma varinha de um galho da árvore e entregou-a ao irmão mais velho.
Então, o segundo irmão, que era um homem arrogante, resolveu humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de restituir a vida aos que ela levara. Então a Morte apanhou uma pedra da margem do rio e entregou-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra tinha o poder de ressuscitar os mortos.
Então, a Morte perguntou ao terceiro e mais moço dos irmãos o que queria. O mais moço era o mais humilde e também o mais sábio dos irmãos, e não confiou na Morte. Pediu, então, algo que lhe permitisse sair daquele lugar sem ser seguido por ela. E a Morte, de má vontade, lhe entregou a própria Capa da Invisibilidade.
Então, a Morte se afastou para um lado e deixou os três irmãos continuarem a viagem e foi o que eles fizeram, comentando, assombrados, a aventura que tinham vivido e admirando os presentes da Morte.
No devido tempo, os irmãos se separaram, cada um tomou um destino diferente.
O primeiro irmão viajou uma semana ou mais e, ao chegar a uma aldeia distante, procurou um colega bruxo com quem tivera uma briga. Armado com a varinha de sabugueiro, a Varinha das Varinhas, ele não poderia deixar de vencer o duelo que se seguiu. Deixando o inimigo morto no chão, o irmão mais velho dirigiu-se a uma estalagem, onde se gabou, em altas vozes, da poderosa varinha que arrebatara da própria Morte, e de que a arma o tornava invencível.

Na mesma noite, outro bruxo aproximou-se sorrateiramente do irmão mais velho enquanto dormia em sua cama, embriagado pelo vinho. O ladrão levou a varinha e, para se garantir, cortou a garganta do irmão mais velho. Assim, a Morte levou o primeiro irmão.
Entrementes, o segundo irmão viajou para a própria casa, onde vivia sozinho. Ali, tomou a pedra que tinha o poder de ressuscitar os mortos e virou-a três vezes na mão. Para sua surpresa e alegria, a figura de uma moça que tivera esperança de desposar antes de sua morte precoce surgiu instantaneamente diante dele.
Contudo, ela estava triste e fria, como que separada dele por um véu. Embora tivesse retornado ao mundo dos mortais, seu lugar não era ali, e ela sofria. Diante disso, o segundo irmão, enlouquecido pelo desesperado desejo, matou-se para poder verdadeiramente se unir a ela. Então, a Morte levou o segundo irmão.
Embora a Morte procurasse o terceiro irmão durante muitos anos, jamais conseguiu encontrá-lo. 
Somente quando atingiu uma idade avançada foi que o irmão mais moço despiu a Capa da Invisibilidade e deu-a de presente ao filho. Acolheu, então, a Morte como uma velha amiga e acompanhou-a de bom grado, e, iguais, partiram desta vida.

Para aqueles que ficarem com preguiça de ler tudo isso, ou quiser ler e poder assistir, estou colocando um vídeo da lindona da Hermione contando o conto.

14 comentários. Clique aqui para comentar também.:

Lí Correia disse... [Responder comentário]

Hey Patrícia!
Acredita que eu nunca li Harry Potter ? >< chega dá vergonha rs . Já assisti os filmes ( porquê naquela antes eu não sabia muito o quanto era importante ler o livro primeiro ) e estou louca para me aventura nos livros da J. K. . Mesmo só com o filme , sou uma fã eterna da Hermione <3 Identifico nela algumas coisas da Annabeth , outra que amo *----*.
Pretendo ler assim que começar 2014 e pretendo trazer junto este que você resenhou hoje! Aliás , a resenha ficou fantástica .
Beijos!
http://livros-com-pipoca.blogspot.com.br/

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Não acreditooo! hahaha Mas espero q vc leia, irá gostar muito! Afinal não tem como não gostar de HP né? E se vc se identificou com a Hermione só por assistir aos filmes, vc vai ver depois que ler os livros! Ela é minha personagem favorita da série, e tbm identifico nela algumas coisas de Annabeth, que eu tbm amo! Obrigada, que bom que gostou da resenha! Assim que ler os livros me conta o que achou! Beijo!

leticia disse... [Responder comentário]

nossa que foda adorei !

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Eu adoro a história tbm! A Jo além de ter feito os livros do HP ainda inventa contos maravilhosos como esse, para colocar no meio dos livros, acho isso incrível! *-*

Aline Coelho disse... [Responder comentário]

Que legal!!!! Lembro bem desse conto por causa do filme que já vi muitas vezes, tenho a coleção de livros e filme. Adoro!!!
Um dia quero esse livro, mas só encontro caro!!!

Seu blog é uma gracinha!!!!

Leituras, vida e paixões!!!!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Adoro esse conto! Na verdade gosto de todos os contos do livro, são ótimos! Tbm tenho os livros, já os filmes só no not msmo hahaha, mas ainda quero comprar os DVDs. Que bom que gostou do blog! Beijo!

Alice Aguiar disse... [Responder comentário]

quando essas cenas aparecem no filme eu pirei!
pow eu quero ler o livro mas ainda nao tive a oportunidade, mas tenho o ebook dele no meu kindle
http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Eu tbm! hahaha achei perfeita a história, com a animação e com a Hermione contando a história, tudo tão lindo! hahaha eu não achei ele em epub! Procurei igual uma doida mas não achei, tenho todos menos os contos. Beijo!

Patricia Caroline disse... [Responder comentário]

Eu já o livro Os Contos de Beedle, O Bardo e esse conto é o que mais chama atenção, principalmente por ter sido contado no filme né? Eu adorei a animação! Semana passada tatuei as relíquias da morte no meu pulso, não só pelo amor a série, mas também por ter adquirido o gosto pela leitura depois de ter lido os livros do HP.
Beijos!

Carol Waschburger disse... [Responder comentário]

Simplesmente amo este conto! Estou lendo HP7, e nossa! É um dos melhores, sem dúvida. Necessito de Os Contos de Beedle, o Bardo. Hahaha!

Controvérsias

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Amo esse conto tbm! Realmente ele é o que mais chama a atenção. Meu sonho é tatuar alguma coisa de HP, tinha pensado nas relíquias tbm, mas e a coragem? hahaha não tenho nenhuma tatoo e dá medo fazer a primeira né :P mas a sua deve ter ficado linda! Também peguei o gosto pela leitura após ler HP, simplesmente amo a série!
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Amoo demais tbm! HP7 é muuuito bom! É um dos meus preferidos, pq né, é difícil escolher um preferido quando se trata de HP hahahaha mas compra Os Contos de Beedle , o Bardo, vc vai amar! Tenho Animais Fantásticos e Onde Habitam e Quadribol Através dos Séculos, são todos perfeitos!
Beijo!

Gabriel Luan disse... [Responder comentário]

Irei ler Harry Potter ano que vem. Até hoje não assisti nenhum filme e que resenha legal! Não acredito que ele foi vendido por £1950000. Meu Deus! Muito dinheiro, mas que bom que essa fortuna foi doada.

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Meu Deus, como vc consegue viver sem HP? kkkkk eu li todos os livros umas 3 vezes e os filmes zilhões de vezes kkkk mas é melhor ler os livros antes dos filmes msmo... É, muito dinheiro que a Jo ganha com HP ela doa, ela mesma já montou várias instituições que ajudam crianças.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Topo