Resenha Fotográfica: Serial Killers - Anatomia do Mal

 
"De todas as criaturas já feitas, o homem é a mais detestável. Ele é a única criatura que causa dor por esporte, com consciência de que isso é dor."


Entre na mente dos psicopatas. O dossiê definitivo sobre assassinos em série. O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria? As respostas estão no novo lançamento da editora DarkSide Books: Serial Killers – Anatomia do Mal, dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história. Escrito por Harold Schechter.

Olá! Tudo bom com vocês?
Hoje trago um livro com uma história (na verdade histórias) simplesmente impressionante! O livro é do autor Harold Schechter, que é professor de Literatura Americana e Cultura na Faculdade de Queens, na Universidade da Cidade de Nova York. Entre seus livros de não ficção estão os clássicos sobre crimes históricos Fatal, Fiend, Deviant, Deranged e Depraved. Ele também é autor da aclamada série ficcional de suspense estrelada por Edgar Allan Poe, que inclui  Nevermore, The Tell-Tale Corpse, The Hum Bug e The Mask of Red Death.  Harold Schechter pesquisa o tema há mais de três décadas e já publicou, inclusive, a biografia de Ed Gein, Deviant (1998) -, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia.
A editora é a Darkside Books e todos os livros publicados por eles são simplesmente perfeitos, com esse não poderia ser diferente!
Bom, no livro conhecemos as histórias por trás de cada psicopata que a história já conheceu, como assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme).
Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, Serial Killer, Anatomia do Mal abrange desde a criação do termo serial killer no início do século XX até  o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música e literatura).Com clareza, ritmo e muita informação, Harold Schechter traça perfis psicológicos impressionantes de criminosos que desafiaram a polícia, viraram notícia e continuam a nos assombrar nas telas da TV e do cinema.  Além de Ed Gein, a galeria de personagens sinistros inclui o cannibal Jeffrey Dahmer, que chegou a matar e devorar uma pessoa por semana no verão de 1991; a ex-prostituta Aillen Wuornos (inspiração para o filme Monster), que, depois de confessar seis assassinatos, pediu para ser condenada à morte para interromper a matança; o assassino Zodíaco (cuja verdadeira identidade é desconhecida até hoje); Charles Manson, o lunático que comandou o assassinato da atriz Sharon Tate em um ritual macabro; e Green River Killer, principal assassino de prostitutas da história, só capturado pela polícia com a ajuda de outro serial killer.

Tirei algumas fotos que gostaria de compartilhar com vocês, para mostrar um pouco como é o livro por dentro, espero que gostem!

O livro vem com uma jacket (essa faixinha amarela que está na ao redor de toda capa do livro, já nela encontramos a seguinte frase:

Na imagem abaixo vemos um ex-soldado americano chamado Howard Unruh, que em 1949 chocou o país ao percorrer sua calma vizinhança de Nova Jersey, atirando metodicamente em todos que via pelo caminho, no total foram 13 pessoas alvejadas, até o momento em que acabou sua munição. O livro conta toda a história daquele dia, desde o momento em que o assassino acordou, inclusive as horas e o que comeu, até o momento em que foi confinado em um hospital psiquiátrico de segurança máxima para criminosos insanos, onde acabou falecendo em 2009.


Na imagem abaixo vemos Fritz Haarmann, um filhinho da mamãe que gostava de brincar de boneca e vestir-se com roupas de meninas. Haarmann começou a exibir comportamentos bizarros logo na infância, onde um de seus passatempos favoritos era amarrar as irmãs e aterrorizá-las batendo nas janelas e fingindo ser um demônio. Tornou-se molestador de crianças logo na adolescência, sendo enviado para um hospício e diagnosticado com uma "mentalmente deficiente". Passados seis meses conseguiu escapar, engravidou uma moça e até noivou, mas acabou abandonando a moça e o filho e se juntando as Forças Armadas. Se deu bem no início, mas acabou sendo dispensado por incapacidade após ter tido um colapso mental. Logo depois começou a praticar inúmeras atrocidades, acho melhor não descrevê-las aqui pois são bem horríveis, ainda mais o depoimento dele falando como fazia tudo e a frieza com que fazia, a história é simplesmente assombrosa, e termina com Haarmann sendo indiciado por 24 assassinatos (mas acreditam que tenha sido bem mais) e sentenciado à morte.


Já na imagem abaixo vemos uma famosa carta de Jack, o Estripador, mas na opinião da maioria dos estudiosos do caso, esta mensagem era provavelmente uma farsa...


Mas algumas semanas mais tarde, foi recebida uma carta que é considerada a única mensagem autêntica enviada por Jack. A carta foi recebida duas semanas depois de O Estripador atacar uma prostituta chamada Catherine Eddowes e remover seu rim esquerdo. Um pacote chegou à casa de George Lusk, presidente do Comitê de Vigilância de Whitechapel. Dentro do pacote havia um pedaço putrefato de rim humano, acompanhada de uma carta endereçada a Lusk. No canto superior esquerdo da carta estava o endereço do remetente: from hell (do inferno). Bom, o que diz na carta também acho melhor não falar, nem todos vão gostar de ler, mas percebe-se que além de ser um assassino em série, ele demonstrava não ter medo nenhum da polícia, parecia ter certeza que nunca seria pego, adorava fazer pouco caso das autoridades.


Bom, vou parar por aqui, mas acho que já deu para perceber como o livro é, e como relata os acontecimentos. Para lembrar: eu só relatei três casos, que dão umas 10 páginas, de um livro que tem 471 páginas, então tem muuuito mais coisas!
Para encerrar vou deixar algumas outras imagens aqui.
Só tenho uma coisa a falar: o livro é perfeito para quem gosta do assunto, e mesmo para quem gosta alguns momentos são de revirar o estômago.


Abaixo vemos uma imagem de uma série de imagens feitas por  Joe Coleman, que fazia desenhos de muitos assassinos em série. A história contada é a de Carl Panzram, que cometeu inúmeros crimes.


A seguir vemos a abertura do capítulo 7, que fala sobre serial killers americanos.


Abaixo vemos os Harper, que eram primos e cometeram inúmeros crimes, inclusive matar os próprios filhos por medo do xerife escutar o choro da criança e prendê-los.


E por último, essa também é um desenho feito por Joe Coleman.

19 comentários. Clique aqui para comentar também.:

Ricardo Biazotto disse... [Responder comentário]

Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da editora, mas o meu interesse é enorme e por uma série de motivos, incluindo a qualidade gráfica. No caso desse livro, em especial, o que mais me atrai é o tema, o que provavelmente renderá curiosidades surpreendentes.
Espero ler em breve. :)

Beijos,
Ricardo - www.overshockblog.com.br

Aline Coelho disse... [Responder comentário]

Todos falam bem dos livros dessa editora no quesito diagramação, qualidade do papel etc, mas ainda não adquiri nenhum deles. Apesar desse livro não fazer meu estilo, confesso que fiquei impressionada com a riqueza de detalhes e informações que o mesmo traz. Para quem tem curiosidade pelo tema, ou estuda e trabalho com o mesmo (psicólogos, advogados, policiais etc) ele é um ótimo presente.
Parabéns pela leitura e pela ótima resenha. Beijos

Leituras, vida e paixões!!!

Inês Gabriela A. disse... [Responder comentário]

Olá,
Esse livro parece ser muito bacana! Sem contar que a editora SEMPRE arrasa nas edições, então confio que eles fizeram o melhor trabalho possível e suas fotos só confirmam essa informação. Quero muito ler!
Beijos.
Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

RUDYNALVA disse... [Responder comentário]

Patrícia!
Que livro espetacular!
Gosto demais de estudar os perfis psicológicos e com assassinos ainda é mais interessante sabermos o que se passa pela cabeça deles.
E com fotos ilustrativas, o livro deve ser maravilhoso!
Gostaria muito de ler.

Seguindo por aqui e agradeço o convite!

Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Vanessa Staroski disse... [Responder comentário]

Olá Patricia,
esses criminosos são tão frios né?!
Sim, eu me interesso pelo universo da investigação e da criminologia, mas como você disse, mesmo eu gostando, acho que vou revirar o estômago.
Fica anotada a dica ;)
Beijos

Luiza disse... [Responder comentário]

Confesso que não é meu estilo de leitura, mas achei bem interessante para quem curte esse estilo e a diagramação do livro pelas fotos ficou ótima.
Bjs
http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

Rakel disse... [Responder comentário]

love it!


http://alovelystyle.blogspot.co.uk/

http://www.shopstyle.com/action/apiVisitRetailer?id=464068103&pid=uid7441-25962271-17

gih disse... [Responder comentário]

Oiii. Achei o livro muito interessante. Confesso que acho fascinante o mundo dos psicopatas e adoro livros do tema. Mas livros de ficção. Não sei se eu conseguiria ler esse livro. Como eu disse, achei interessante demais. mas o fato de serem histórias reais acho que me deixariam muito mal.
Beijoos
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Elyane Lacerdda disse... [Responder comentário]

Muito interessante o livro, mas até nos assusta!
Devemos ler sobre esses perfis, pois é uma realidade e convivemos com pessoas diferentes a todo momento, é uma prevenção, uma informação psicológica!
Não sei se terei coragem de ler, mas valeu a indicação,amiga!
Bjus e ótima semana para você,querida!
http://www.elianedelacerda.com

Eliana Cerqueira disse... [Responder comentário]

Gente, que livro é esse!
Fiquei curiosíssima. São casos que nos despertam bastante curiosidade.
A diagramação ficou ótima.
Fiquei interessada por esse livro.
Beijos

>>Tem promoção de Natal e Final de Ano lá no blog. São livros, marcadores e vale presente. Não fique fora dessa!<<
Construindo Estante || Facebook

Leandro de Lira disse... [Responder comentário]

Oi, Patricia!
Quero muito ler esse livro agora. Não o conhecia, mas fiquei curiosíssimo!
E a diagramação tá linda!
Dica anotada. :)
Abraço!

"Palavras ao Vento..."
www.leandro-de-lira.com

Paula Lopes disse... [Responder comentário]

Alguns tópicos da postagem me soaram bem familiar, ma sé por que assisto um programa no History Channel que trata do mesmo assuntos, os serial killers dos Estados Unidos. Achei demais a ideia do livro, amei a resenha! Tenha uma semana abençoada, beijos.

Blog Paisagem de Janela
paisagemdejanela.blogspot.com.br

Angélica Lima disse... [Responder comentário]

Oii, tudo bem?
Parece ser um livro bem interessante!
Bjs

http://a-libri.blogspot.com.br

Carlos Magno Silva disse... [Responder comentário]

Esses livros da Darkside são fantáaaaasticos! Tô louco por esse. Primeira vez que vejo alguma resenha sobre ele, só assim pra conhecer profundamente. Parabéns!!! Quero muito :)

http://cantinadolivro.blogspot.com.br/

Dryh Meira disse... [Responder comentário]

Oiee ^^
Parece ser bem interessante, a história não me "convenceu" muito, mas gostei das ilustrações...haha'
MilkMilks
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Ana Karla disse... [Responder comentário]

Nossa deve ser de tirar o sono viu kk, eu gosto muito de séries de tv nesse estilo, mas para ler, acho que meche mais com meu psicológico kk' mais parece ser muito bom!

www.byanak.com.br

Blog da Liana disse... [Responder comentário]

Que incrível e pertubador! Confesso que acho muito interessante esse assunto e tenho uma vontade imensa de estudar a mente humana para entender como é capaz alguém ser assim e viver uma vida normal. Adorei a resenha, e estou louca para comprar esse livro!

Natália Pacheco disse... [Responder comentário]

Eu ainda estou digerindo tudo o que acabei de ler. Não parece ser real, entende? Eu gosto de saber um pouco sobre esse assunto, mas pelo o que eu entendi o livro é totalmente mórbido e perturbador. Mas, por incrível que pareça, não o achei ruim. É interessante estudar esse tipo de coisa, ainda mais quando a obra envolve os mínimos detalhes. Contudo, como eu disse, certamente o livro não é pra mim. Pelo menos não agora. Beijos, Light As The Breeze

Ronaldo Gonçalves disse... [Responder comentário]

Leitura pesada, tanto que levei quase um ano para terminar. Ia lendo entre um livro e outro. É uma obra fundamental para quem se interessa pelo assunto.

http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/2014/04/sete-criancas-que-tocaram-o-terror.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Topo